1 de mai de 2014

Cap 2

                              Para ver o cap 1 clique aqui

Então depois que Miguel pediu para mim sair com ele, eu mudei. Comecei a quase desmaiar na escola, estava pulando por dentro, mais por fora estava bamba. Ele então, deu um sorriso. Aquele sorriso de lado, sabe? Que deixa as pessoas sexy. Eu tentei dar também, só que o pior, pareci um cachorro morto.
    - O que ele queria? - Disse Charlie, vendo eu bamba.
    - Pediu para sair comigo. - Falei sorrindo.
Então Nicole estava perto, e quando ouviu a minha última frase ela começou a me chaqualhar e tal. Sabe, a Nicole era uma ótima amiga, só que as vezes ela fica muito irritante. Quando me toquei, estava sendo chaqualhada pela minha melhor amiga, e comecei a rir.
     - Mais tipo Juliana, isso é sério? - Disse Nick, olhando para mim sorrindo.
 Fiz que não sabia. Mais na verdade eu não sabia. Devia ser sério, pelo jeito que ele me pediu e tal. Mais também poderia ser uma '' zoeira '', de Adolescentes. Olhei para onde ele estava, e vi que ele também estava parecendo me olhando, até ele desviar o olhar para um de seus amigos.
      - Mais como não sabe? - Disse Nick, olhando para ele.
      - Eu não sei, ele apenas me pediu. - Falei.
  Então ela permaneceu calada um pouco, até bater o sino e todos irem para sua sala. Miguel estudava na primeira sala, e eu na segunda. Quando eu entrei no portão para ir direto para a sala, Miguel entrou também, e permaneceu do meu lado. Ficamos lado a lado. Calados. Apenas dei um sorriso e ele também, e entramos em salas diferentes.
 As meninas metidas da minha sala, já estavam entrando. Enquanto eu iria para o meu lugar, Charlie entrou em seguida e foi para a frente da minha mesa, e ficou me encarando. Ele sabe que eu odeio isso, e faz. Quase mostrei aquele '' dedo '' do meio para ele. Fingi que nem liguei. Mais ligava. Logo entrou Nicole, alegre.
    - Juuuuuuuuuuuu, você vai? - Disse-a
    - Vai a onde? - Falei.
    - No encontro, com o Miguel. - Disse Nicole, em um tom alto que até as meninas metidas ouviram.
 Então quando Nicole falou aquilo, começou uma algazarrara na minha sala. Todos rindo. Outros falando: que? Como? E eu fiquei vermelha.
     - NICK... Não era para ter falado. - Falei. - Por que agora todos vão esparramar.
 Ela então pediu desculpas, e negou para todos que eu iria ter um encontro, mais a maioria acreditou. Ela sentou-se no seu lugar, que era do meu lado. E ficou quieta. Charlie sentou-se no dele, e ficou sorrindo mostrando aquelas covinhas fofas dele.
    - E acho que não vou. - Falei. - No encontro...
    - QUE? POR QUE? - Disse Nicole.
    - Porque, e se for apenas uma zoação? - Falei.
     - Não, não nada disso. - Disse-a. - Se fosse uma zoação...
Quando ela iria terminar de falar o Antonio chegou na sala. Era o meu professor de Geografia. Ele chegou, as pessoas que estavam fora do lugar se sentaram também, e todos calaram a boca. Olhei para Nicole, que estava olhando para o Antonio e logo virou para mim, e disse para mim esperar um pouco, fiz que sim com a cabeça.
     - Bom-Dia crianças. - Disse Antonio, pegando sua apostila. - Abrem suas apostilas, na página 225 que eu saiba, teve tarefa, certo?
  Certo. Teve tarefa. E eu fiz. Charlie e Nicole, abriram na página e estava em branco. A minha estava toda escrita, Antonio passou para dar um visto e pelo que eu vi, numa sala de 30 alunos apenas 10 fizeram. Apenas 10. Esse povo irresponsável.
    - Quem não fez foi... - Disse Antonio. - Yasmin, Nicole, Charlie, Igor, Thiago, Matheus, Ester, Clarisse, e etc...
    Eu senti vergonha da minha sala, a maioria não fez tarefa. A baixei a minha cabeça, peguei meu caderno coloquei de lado, arranquei um pedaço de uma folha branca, e comecei a desenhar. Logo Nicole jogou um bilhetinho, para mim, que dizia:
          Olha, se ele te chamou para sair, com certeza deve ser zoação. Mais para o outro lado, e se não for? E se ele queira mesmo, sair com você? 
  Peguei o bilhete, amassei e joguei dentro do meu estojo. Eu sabia, que o Miguel me chamou para sair e tal, ele é do terceiro colegial, popular sim é. Mais também, ele parece ter um bom coração, e não deve fazer isso. Ou deve? Ou só parece que tem um bom coração? Fiquei tensa pensando essas coisas, até bater o sinal e era a Adriana, professora de Português. Todos saíram de seus lugares, e ficaram conversando com seus amigos.
      - Bom, você vai ou não? Tem apenas, 1 horário para resolver. Se for, ótimo. Se não, ótimo também. - Disse Nicole.
     - Nick, sei que você quer apenas ajudar, mais a decisão é dela. Não sua. Não de ninguém, apenas dela. Se ela quer ou não, você tem que respeitar. - Disse Charlie olhando para ela.
    Sabe, o Charlie era o meu melhor amigo e tal. Ele sabia como eu me sentia, mesmo sendo homem. Ele me ajudava nas decisões difíceis, me dando um tempinho para pensar e refletir. Sabe, eu gosto dele, ele para mim e tipo que um irmão.
     - É verdade, mais eu queria saber Charlie. - Disse Nicole, sentando-se em seu lugar.
    Nicole era uma ótima amiga, só que emburrava. Naquele momento ela emburrou. Logo entrou Adriana, e todos calaram a boca e foram para seus lugares. Adriana chegou alegre, e foi para sua mesa.      - Oi tia Dri. - Falei, sorrindo.
     - Oi amor. - Disse-a.
    Sorri, e tal. Fui para o meu lugar, ela passou alguns exercícios para a gente fazer. Logo terminei, e logo bateu o sinal. Já era a hora de eu ir ver o Miguel, e sair com ele. Esperei Charlie e Nicole, que estavam apenas guardando seu material para ir embora. Logo acabarem, e saímos da sala.
    - A hora é agora, Ju. - Disse Nicole.
    Fiquei séria para Nicole. Vi Miguel saindo da sala, quando me viu começou a sorrir. Yudson estava do lado dele, eles eram amigos quando Nicole viu Yudson, começou a sorrir também e passou pelo corredor morrendo de vergonha. Cheguei mais perto de Miguel, que me deu um abraço por trás.
   - Você vem? - Disse-o.
   - Sim... Vai apenas eu e você? - Falei.
   - Não, o Yudson vai e meus outros amigos. - Disse Miguel.
   - Hum... Vai alguma menina? - Falei.
   - Não, apenas você. - Disse Miguel.
   Sorri. Então, andei. Falei para ele esperar um pouco, eu iria telefonar para minha mãe, para avisar. Ele esperou. Fui para o fim do corredor e liguei, avisei para ela que não iria voltar para casa, para almoçar. Ela disse que ok, e então desliguei. Fui para onde que Miguel estava, e então saímos da escola junto com seus amigos.
   - Ou e aquela gata, lá da sala? - Disse Yudson, sorrindo para Miguel.
   - Pois é, ela e muito gata. - Disse Renan, um amigo de Miguel. - Porém metida.
   - Né. - Disse Miguel, andando reto.
  Eu não havia falado nenhuma palavra para eles. Continuei a andar. Vi um carro vermelho, que havia chamado minha atenção, mais continuei a andar sem falar uma única palavra.
   - Quem é essa moça? - Disse Renan. - É do segundo colegial né?
   - Sim, ela é a Juliana. - Disse Miguel. - Amiga do Charlie, e Nicole.
   - O que que tem eu? - Falei.
   - Nada. - Disse Renan. - Nicole? Aquela moça gata, lá?
  Comecei a sorrir, e então ficou tudo um silencio. Só ouvi os carros passando na rua, tocando funk e os amigos do Miguel, cantando. Andei em passos devagar, até chegarmos em uma sorveteria, que iriamos tomar sorvete.
   - Juliana tem Whatsapp? - Disse Yudson. - Se tiver passa ai.
   - Tenho. - Falei, e passei o meu whats para ele.
  Entramos na sorveteria, fui até a moça e pedi um sorvete de duas bolas. Um de creme e outro de chocolate. Os outros tomaram uma banana-sprity. Sentamos em uma mesa no lugar de fora, e ficamos vendo os carros passarem sem parar.
   - Ju,conhece a Ester Rojange? - Disse Miguel.
   - Sim, por que? - Falei.
   - Já namorei com ela. - Falou.
  Fiquei quieta. Garanto que ele mais os amigos dele, deve ter pegado a escola inteira. A não ser os meninos, obvio. Ficamos quietos. Respirei, e continuei a tomar meu sorvete. Não sei porque, mais o sorvete me faz ficar mais calma, sabe?
  - Vamos ir para a pracinha, dali da frente? - Disse Miguel.
   Fiz que sim com a cabeça. Renan pareceu que não havia gostado e fez que não. Yudson nem respondeu. Mais Miguel, nem pareceu que nem ligou e levantamos para ir direto para a pracinha. Os meninos também foram, só que ficaram brincando de molhar o outro com aquela fonte que tinha na pracinha. Enquanto eu e o Miguel, ficamos em pé, olhando a brincadeira deles.
  - Seus amigos, são tão loucos. - Falei.
  - Né, haha. - Disse ele, rindo.
  Olhei para o céu, deveria ser por volta de umas quatro-horas ou três e meia. Ficamos observando os meninos, até que um bando de pássaros que estavam voando, ficou voando no céu. Aquilo eu achava lindo, cutuquei Miguel e falei que bateria uma foto. Tirei meu smartephone e bati umas 3 fotos do céu.
  - Quer tirar uma foto comigo? - Falei.
  Miguel fez que sim, abri a câmera frontal e comecei a bater algumas fotos. Tirei foto de eu fazendo careta, outras dele sorrindo, outras da gente imitando algumas pessoas da nossa escola. Ficou todas bem legais e lindas. Chamei os amigos dele também, e tiramos várias fotos. Depois sentamos em um banco, só que eu e o Miguel ficamos em pé.
  - Nossa, essas fotos ficaram feias! Na verdade, eu que fiquei. - Falei fazendo uma expressão triste.
  - Quieta, você é linda. - Disse Miguel. - Eu pegaria.
 Olhei para Miguel, com uma expressão de: what? Como assim? Mais logo ele falou '' brincadeira ''. Mais disse que eu era linda de verdade. Fiquei normal, dei um sorriso e falei '' Obrigada ''. Olhei para o céu de novo, e os pássaros estavam voando.
  - Mais sério, eu pegaria tu. Só que você não quer, e tal. - Disse Miguel, olhando para mim.
  - A gente mal se conhece. - Falei, com uma expressão de sei lá.
  - Pois é, namoro e para a gente conhecer as pessoas, sabia não? - Disse Miguel.
  - Não. - Comecei a rir.
  Ele sorriu, avistei um monte de crianças saindo da aula e tal. Deveria ser recreio delas, né. Vi que a barraquinha de cachorro quente que havia na praça, já estava abrindo e as crianças tava indo comprar seus lanches lá.
  - Nossa, nunca fui tão linda igual essas crianças. - Falei.
 Os meninos que estavam olhando para mim, e logo olhou para as crianças. Senti algo me girar, vi que era Miguel, que me girou. Pensava que ele iria falar um '' só que não ''. Mais ele me.... Abraçou e beijou, na frente dos amigos dele.
  - Você, nunca foi tão linda igual á elas. Por isso, que você é mais linda que elas. - Disse Miguel.

2 comentários:

Como sei que vocês devem ter gostado da postagem e veio comentar, eu queria explicar algumas regrinhas para você ;
1. Quer falar mal de alguma coisa do blog? Pode falar.
2. Proibido falar sobre sexo, e palavrão aqui. Se caso falarem, imediatamente irei apagar.
3. Criticas, sugestões e dúvidas são sempre bem-vindas nesse local.
4. PROIBIDO... Comentar sdv ou então: '' Que legal seu post, segue ? '' ou coisa parecida. Se comentar algo assim, imediatamente irei apagar e fingir que nem vi.
Pronto, agora pode comentar a vontade! Mais informações, ou critica/duvida/sugestão em particular, envie um e-mail para: amandaestevam69@hotmail.com

Obrigada pelo seu comentário <3